Hiran Murbach

Sou empreendedor, professor, advogado, mentor, palestrante e coordenador de eventos de empreendedorismo, startups, inovação e criatividade e escritor de livros e artigos de ficção e não ficção.

Sitemap

Contatos

hemurbach

  • wattpad
  • skoob
  • Twitter Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Google+ Social Icon

Todos os direitos reservados © 2017 Hiran Murbach ::Desenvolvido por Um Quatro Dois

23 Jan 2018

Please reload

Posts Recentes

Onde foi parar a Economia Compartilhada?

28 Dec 2017

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

Assassinato no Expresso do Oriente

December 31, 2017

 

Ler o livro ou ver o filme primeiro? Essa é uma grande dúvida que passa pela cabeça de muita gente pois, querendo ou não, por serem duas mídias bem diferentes, é impossível a experiência - e consequentemente, o resultado - ser igual. Então, neste caso, a ordem dos fatores pode sim alterar o produto.

 

Vivenciamos duas situações: você leu um livro que gostou muito, sai o filme e resolve assistir para ver qual é ou assiste um filme que gosta, descobre que ele é inspirado em um livro e lá vai ler o mesmo para comparar os dois. Certeza que você, assim como eu, já fez isso diversas vezes.

 

Porém, existe uma terceira situação: você assistir um filme cujo livro leu faz tanto tempo que quando muito tem alguns flashs de lembranças, e ele é praticamente inédito na sua cabeça. Isso aconteceu duas vezes comigo esse ano, primeiro com o It (que vou falar sobre ele futuramente) e agora com o Assassinato no Expresso do Oriente.

 

Não me lembro exatamente de quando li o livro, deve fazer uns bons 30 anos, assim quando entrei no cinema para ver o filme, eu não me lembrava do principal: quem era o assassino, o que acabou sendo até legal, pois fiquei na expectativa para ver o resultado. E assim, tal qual aconteceu com It, eu resolvi ler o livro novamente.

 

 O Assassinato no Expresso do Oriente é provavelmente o mais famoso dos 79 livros que a Agatha Christie escreveu, e que já tinha dado origem a um filme em 1974, estrelado por atores como Albert Finney, Ingrid Bergman, Lauren Bacall, Sean Connery e Vanessa Redgrave. A história, como todos os outros da autora, gira em torno de um mistério que precisa ser resolvido.

 

Em uma viagem no mítico Expresso do Oriente, o famoso trem de luxo que ligava a Turquia à França, acontece um assassinato. Entretanto, um dos seus poucos passageiros é o famoso detetive belga Hercule Poirot, que com os seus métodos de investigação poucos ortodoxos e muita intuição, tenta solucionar o caso e encontrar o assassino.

 

Tal qual uma partida do antigo jogo de tabuleiro Detetive, o leitor acompanha o desenrolar da trama para tentar descobrir quem foi o assassino e qual foi o motivo. Como um bom livro de detetives da virada do século XIX para o século XX, muitas vezes as deduções não são óbvias para os leitores e, mesmo depois de explicadas, fica aquele gosto de "como ele chegou nisso?" (quem já leu Sherlock Holmes sabe muito bem como é essa sensação), o que não chega a atrapalhar a leitura.

 

 

Não existem grandes diferenças entre o livro e o filme. Alguns personagens foram modificados e algumas cenas foram inseridas no filme para deixa-lo menos parado (o livro todo se passa dentro do trem, sem nenhuma cena externa a partir das primeiras páginas), mas nada que afete a história e sim, tanto o assassino como o motivo são os mesmos nas duas obras.

 

Qualquer outro comentário a respeito estragar a experiência, mas é um livro leve e rápido de se ler, que em alguns momentos soa meio ingênuo e até forçado, porém é não apenas um clássico da literatura de mistério e detetives mas também pode ser a porta de entrada de uma escritora referência no assunto e que inspirou - e inspira - gerações de outros autores. Se você não for um fã da autora ou do gênero, e não quiser investir nos 79 livros, O Assassinato no Expresso do Oriente com certeza é uma obra essencial da Agatha Christie. 

 

 

Assassinato no Expresso do Oriente - Um caso de Hercule Poirot
Agatha Christie
de R$ 23,85 até R$ 24,56
Ano: 2016 / Páginas: 200
Idioma: português 
Editora: HarperCollins Brasil

Compartilhar
Please reload

Siga
Please reload

Arquivo

Boa leitura

  • Twitter Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Google+ Social Icon